NOSSAS ENTREVISTAS

Tema: Videoartroscopia do joelho

 (071) 35... Ver mais >

Viva Mais Viva Melhor – Procedimento cirúrgico minimamente invasivo, feito através de dois pequenos cortes, a videoartroscopia do joelho é uma cirurgia rápida, utilizada para visualizar, diagnosticar e tratar problemas na região. Ela permite ao médico ver o interior da articulação e os seus vários elementos, a fim de obter um diagnóstico final mais preciso do que uma cirurgia normal ou um exame de raios-X. Quem conversa conosco sobre o assunto é o doutor Gustavo Azi, especialista em cirurgia de joelho.

Doutor, vamos explicar inicialmente o que é a videoartroscopia do joelho e como é que ela é realizada.
Dr. Gustavo Azi – Bom, a videoartroscopia do joelho é um procedimento que permite a visualização de toda a articulação do joelho de uma maneira pouco invasiva. Através de dois pequenos cortes você tem a possibilidade de introduzir no joelho uma microcâmera que vai te dar a visualização direta do joelho e ampliada num vídeo. Então é um procedimento por vídeo e que permite tanto o diagnóstico de lesão, que por vezes a gente não consegue visualizar em exames de imagem, como permite também o acesso para tratar algumas patologias no joelho.

Viva Mais Viva Melhor – E quais são os principais benefícios desta técnica aí nesta região do joelho, doutor?
Dr. Gustavo Azi – O principal benefício é a pouca morbidade da técnica. É a técnica que quando bem indicada, para algumas patologias, ela não serve para todas as patologias no joelho, mas para aquelas patologias onde ela é bem indicada ela oferece muito pouca agressão e por isso o pós-operatório geralmente é um pós-operatório bem desdoloroso, o que permite uma reabilitação mais precoce do joelho por conta da pouca dor que ela causa no pós-operatório.

Viva Mais Viva Melhor – Qual que é o profissional capacitado para realizar este tipo de procedimento, a videoartroscopia do joelho?
Dr. Gustavo Azi – Este é um procedimento que oferece pouca morbidade quando bem indicado e quando bem realizado. Ele é um procedimento por vídeo e que precisa de um profissional extremamente treinado, é uma cirurgia delicada do ponto de vista da sua realização, o profissional adequado e o único profissional autorizado a realizar este tipo de cirurgia é o membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia do Joelho, portanto, um cirurgião de joelho gabaritado.

Viva Mais Viva Melhor – Já que não são todas as patologias do joelho, quais são os problemas mais comuns que podem ser tratados pela videoartroscopia do joelho?
Dr. Gustavo Azi – A patologia mais comum tratada através da videoartroscopia do joelho é a lesão meniscal, a lesão que acontece geralmente em atletas ou em alguns casos de pacientes com artropatia degenerativa do joelho. A patologia do menisco é a mais comum de se realizar através da videoartroscopia. Outra patologia bastante comum no nosso meio é a reconstrução ligamentar. Então aqueles pacientes que rompem ligamentos dentro do joelho utilizamos a artroscopia como via de acesso para alcançar o ligamento e para reconstruí-lo.

Viva Mais Viva Melhor – A videoartroscopia do joelho pode ser realizada em qualquer paciente, doutor Gustavo?
Dr. Gustavo Azi – Não. Pelo fato de ser um procedimento cirúrgico ele precisa fazer uma avaliação pré-operatória para saber se o paciente tem a possibilidade de realizar aquele procedimento. Apesar de ser um procedimento pouco invasivo ele precisa dessa avaliação pré-operatória.

Viva Mais Viva Melhor – A videoartroscopia do joelho é segura, doutor? Pode haver complicação durante o procedimento?
Dr. Gustavo Azi – O índice de complicação na videoartroscopia do joelho é muito pequeno, mas a gente se cerca de todos os cuidados porque a gente quer que mesmo existindo esse pequeno risco a gente não quer que ele ocorra. Então mesmo a gente sabendo que os riscos são pequenos a gente se cerca do máximo de cuidados possíveis para que isso não aconteça.

Viva Mais Viva Melhor – A videoartroscopia do joelho é um procedimento muito doloroso?
Dr. Gustavo Azi – Não. Essa é a grande vantagem dela. É um procedimento feito por vídeo e que, portanto, oferece ao paciente o conforto no pós-operatório, um pós-operatório pouco doloroso.

Viva Mais Viva Melhor – E como é esse pós-operatório da videoartroscopia do joelho? O paciente poderá sentir algum desconforto após a cirurgia?
Dr. Gustavo Azi – Sim, desconforto ele vai sentir, mas será um desconforto que vai ser facilmente controlado por analgésicos comuns e com crioterapia, que é a terapia com bolsa de gelo.

Viva Mais Viva Melhor – Em quanto tempo o paciente volta às suas atividades diárias, doutor?
Dr. Gustavo Azi – Vai depender da patologia pela qual a gente indicou a videoartroscopia. Se for uma lesão meniscal, geralmente o paciente retorna às suas atividades com 7 dias, se não envolverem esforços físicos na atividade diária deste paciente. E naqueles pacientes em que as atividades diárias envolvem esforço físico, a partir do trigésimo dia ele está liberado para retornar às suas atividades.

Viva Mais Viva Melhor – Doutor Gustavo, para finalizar, quais as vantagens da videoartroscopia com relação a outras formas de tratamento para as dores no joelho?
Dr. Gustavo Azi – A grande vantagem é um pós-operatório menos doloroso, é uma cirurgia minimamente invasiva, então preserva bastante a anatomia do joelho, pelo fato de ser minimamente invasiva ela diminui o risco de infecção e das outras complicações relacionadas a procedimentos abertos.

Viva Mais Viva Melhor – Ok. Conversamos com o ortopedista doutor Gustavo Azi, médico especialista em cirurgia do joelho. Doutor, muito obrigada e até a próxima.